our website  canada goose outlet  

canada goose outlet  our website  

Evento tem como meta reunir mais de 1,5 mil participantes

 

Um dos principais gargalos do setor produtivo é, na opinião de especialistas, a sucessão familiar. O tema será abordado pelo membro do Conselho Administrativo da Netshoes, maior e-commerce de artigos esportivos do mundo, Cassio Casseb, durante o Confinar 2017 – simpósio de gado, que será realizado nos dias 23 e 24 de maio, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

 

O palestrante é um grande nome no mundo business e já foi presidente do Banco do Brasil, Pão de Açúcar e Credicard. Casseb também integra o Conselho de Administração das Lojas Marisa, Grupo Jereissati Participações (Shoppings Iguatemi e Oi! Telefonia), Senior Advisor do Banco Morgan Stanley no Brasil e Advisor da Principal Financial Group (EUA) no Brasil.

 

canada goose Durante o evento, promovido pela Beef Tec, Casseb ministrará a palestra ‘Profissionalização da Administração de Empresas Familiares. “O setor rural brasileiro é de uma eficiência maravilhosa e, por outro lado, o aspecto de gestão dele ainda é em grande parte familiar e em grande parte não estruturado. Então, tem muito para ganhar, principalmente, trabalhando o ponto de ter uma gestão mais moderna e uma gestão mais eficiente”, aconselha.

 

Casseb acredita que atualmente, as pessoas têm uma empresa e, como ela funciona bem como negócio, portanto, consegue ter eficiência no seu setor produtivo, (no caso, na agricultura ou no setor rural), a gente tem a sensação de que a empresa está pronta. “No entanto, quando se começa a olhar os aspectos como: misturar negócios de família com os negócios da empresa; não ter processos…, então, começa a perceber o quanto ainda precisa evoluir”.

canada goose  

O palestrante que a falta de profissionalismo pode resultar em fatores estressantes, como: “Você tem muito retrabalho, porque aparece um problema, você vai e resolve; aparece um outro problema, você vai e resolve o outro; aí aparece  um 3º problema, você vai e resolve o 3º e aí, o 1º já voltou! Porque quando se resolveu o 1º problema e apagou o incêndio, tem que parar e dizer o seguinte: como eu faço para este problema nunca mais acontecer? Como é que eu faço para que eu mude alguma coisa no processo ou nas pessoas para que este problema não ocorra novamente?”, salienta Casseb, afirmando que só a partir saí a empresa ganhar eficiência em sua gestão.

 

Na avaliação do especialista, gestão sempre é gargalo. Quanto mais você conseguir ganhar eficiência no gerenciamento, mais completa, mais estável, mais dinâmica a empresa se torna”. Sobre a sucessão familiar, Casseb aposta na mudança de conceitos familiares para o desenvolvimento do negócio. “Profissionalizar uma empresa não é tirar a família. Profissionalizar a empresa e colocar processos; é transformar a empresa em uma empresa estruturada. Isto é que é realmente a solução”.

 

canada goose Durante a palestra no Confinar 20107, os participantes poderão conferir algumas formas de se trabalhar a sucessão, de forma eficaz e tranquila, sem grandes choques. “Não existe receita de bolo. Cada empresa é uma empresa, cada família é uma família! O que você precisa é separar o que são os negócios da família do que são os da empresa. Conversar com os possíveis potenciais membros da família que sejam sucessores e ver quais são os desejos deles.  Isto porque, ninguém faz bem se não fizer aquilo que tem prazer em fazer”, reforça o especialista.

 

A vocação individual precisa ser respeitada: “Se um membro da família quer ser um artista, vamos ajuda-lo a ser o melhor artista possível. Mas, vamos explicar para ele também que, se ele é um herdeiro, em algum momento ele vai ter de sentar, no mínimo, na cadeira do conselho. Vamos prepara-lo para saber o mínimo necessário para ele sentar lá e poder desempenhar bem este papel. Não existe um caminho das pedras! O que existe é: se entender a empresa, se entender os sucessores e se compatibilizar os objetivos das pessoas com o objetivo da organização”, finaliza Casseb.

 

 

Sobre o evento – O Confinar está em sua 6ª edição e se consolida como um dos principais do agronegócio brasileiro. Em 2016 registrou cerca de 1,5 mil pessoas, de vários estados e até de outros países. O evento é organizado pela Company Eventos e a empresa responsável pela comunicação do simpósio é Agro Agência Assessoria. Para mais informações, acesse: http://confinar.net/ e faça sua inscrição.

 

Foto: ecommercenews.com.br